terça-feira, 11 de dezembro de 2018

EM TUDO… AMOR


Soltou-se de meu peito uma vontade
imensa,
mais do que uma vontade,
uma urgência,
de te procurar, amor,
fora de mim,
bem longe da minha zona de conforto.

E… como não sou de ignorar
tais impulsos
deixei-a ir
em sua demanda…

Com ela parti… à tua procura...

Descobri-te nas ruas
a pintar sorrisos nas paredes da solidão,
nos becos
a acender estrelas nas cidades sem luz,
em cenários de guerra
a formar ventos em ciclones de paz…

Vi-te ainda…
numa nuvem, sentado,
a polir um raio de sol…
que, de olhar maroto me sorriu
e… logo, logo se escapuliu
volteando
e soltando
sementes de alegria…

Sementes-sorrisos nas paredes da solidão,
sementes de estrelas nas cidades sem luz,
sementes de paz em cenários de guerra…

…e alegria
e sorrisos
e nuvem
e sol
e luz
e estrelas
e paz
e sementes…

…em tudo e tudo tu estás,
tu és…
AMOR!

De Maria La-Salete Sá (11/12/2018)










Sem comentários:

Enviar um comentário